NYFW: Carolina Herrera, Oscar de La Renta, Jason Wu Collection e Self-Portrait

Na semana passada, foi dado o start ao calendário fashion. Nova York, a primeira cidade anfitriã, já mostrou a que veio nesta temporada de Fall 2020. Algumas marcas já apresentaram suas coleções com surpresas, trazendo verdadeiros desejos aos olhos das fashionistas – e, além disso, mostrando tendências e um amadurecimento nas criações. Afinal, estamos falando do paraíso do consumo de moda.

Quem começou com suspiros atrás de suspiros foi Carolina Herrera. A grife, sob comando do estilista Wes Gordon, apresentou silhuetas elegantes e confortáveis em linha A, com marcação na cintura ou volumosos. Os vestidos surgiram em formato de ponchos; as clássicas camisas ganharam shape masculino e vazados florais e algumas peças trouxeram sobreposições e brincadeira de camadas superfemininas. Na cartela de cores, além do tradicional black and white, o estilista investiu nas versões elétricas do amarelo, vermelho, pink, azul e tangerina. As Fhits stars Natasha e Nicole Pinheiro estiveram no The Shed, espaço de artes onde aconteceu o desfile

Já na passarela da Oscar de La Renta, antes de tudo, atenção para o balonê. E estamos falando de um dos shows de maior importância (e tradição) quando falamos sobre sofisticação. Se apareceu na série de vestidos longos ou curtos, acredite, é hit! Há modelos assimétricos, tanto no decote e alça quanto nas saias, mas o melhor é a construção feita nas saias. O volume é trabalhado de diversas formas e, inclusive, brinca com a ideia de fendas. O melhor é como a dupla Laura Kim e Fernando Garcia desenvolve as peças com uma dose generosa de frescor e modernidade.

Plumas, transparências e camadas. O inverno de Jason Wu se resumiu a bons e ricos detalhes. Claro, para um estilista acostumado com o red carpet, são informações que resumem bem sua elegância contemporânea. Há tanto visuais noturnos quanto propostas perfeitas para o dia – não são looks necessariamente casuais, mas do nível “arrumado”. A cartela de cores é a responsável por dar ainda mais força às texturas e efeitos nos materiais. Há tons claros, fluorescentes, elétricos, escuros e neutros, com uma combinação de elementos marcantes.

Se há uma palavra que pode definir o Inverno 2020 da Self-Portrait, sem dúvida, é futurismo. Diferente das temporadas anteriores, o estilista Han Chong deixou os babados e rendas para o passado e trouxe peças envernizadas, com shape justo, e ombros bem ajustados. Os destaques ficam por conta do contraste de comprimentos, alguns vestidos e trench coats são alongados, outros são curtíssimos. Na ala das calças, a cintura sobe e o efeito do verniz segue como o elemento-chave para visuais monocromáticos.

E ainda há mais desejos pela frente. É incrível como a moda consegue nos surpreender a cada temporada. O melhor é ver que os criadores estão dispostos a nos trazer o melhor – sempre!

Oscar 2020: The best looks

Um início de ano marcado por grandes passarelas. Além das semanas de moda, o red carpet é o espaço onde as grandes estrelas desfilam seus looks glamurosos e cheios de sofisticação para uma noite cheia de surpresas. Na noite de ontem, as estrelas surgiram com longos de fazer as fashionistas suspirarem! Ao contrário do pink claro visto em predominância no Golden Globe, desta vez, as cores vibrantes, metalizados e o preto deram o recado de que há vida, serenidade e força por trás de cada criação.

Na ala dos brilhantes, paetês e cristais Swarovski foram os protagonistas dos visuais escolhidos por algumas celebridades. De um lado, Geena Davis com seu longo all black, com decote V profundo e saia com uma brincadeira de transparência e bordado. Veja como o look monocromático preto ganha novas proporções quando reúne diferentes texturas. Já Brie Larson optou por uma opção em tom rosa claro, fenda e mangas longas da francesa Céline. Janelle Monáe apostou no modelo prata da Ralph Lauren, com um tipo de capuz elegante e com uma curiosidade. A peça tem cerca de 168 mil cristais bordados. Scarlett Johansson investiu em um vestido acetinado, com sobreposição de fios prata, que cobriram a parte superior da peça. Entre os neutros claros, Renée Zellweger surgiu a bordo do assimétrico all white da Armani Privé.

As produções de cores impactantes deram o ar da graça de um jeito cool e sofisticado. Kristen Wiig vestiu o longo vermelho Valentino, com babados laterais e cintura marcada; Saoirse Ronan cruzou o tapete vermelho com decote V, nas cores preto, marfim e lavanda; e Florence Pugh elegeu o vestido com camadas, camaleão azul-verde, assinado pela Louis Vuitton.

All black: Chanel x Dior. Do lado das “Coco Girls”, Margot Robbie com seu modelito vintage criado em 1994 e Penelope Cruz e seu longo volumoso, com aplicação de uma camélia branca, inspirado em um vestido criado pela maison na década de 1950. No caso das Diorettes, Natalie Portman escolheu o vestido coberto por bordados dourados, sobreposição e transparência, e uma capa preta com ares de alfaiataria masculina – e um detalhe impactante. No interior da lapela da gola, os nomes de Lulu Wang, Lorene Scafaria e Greta Gerwing, como forma de homenagem às mulheres que não foram indicadas à premiação deste ano. Charlize Theron surgiu em um black dress, que combina fenda, cauda e decote one-shoulder-off.

Uma noite com visuais dos sonhos. É quando a moda encontra o cinema. E nós encontramos diversas referências, seja para criar looks impecáveis ou nos inspirar no nosso dia a dia.

Sweet hit: as plumas na coleção de Paula Torres

Já comentei em alguns dos meus posts no Instagram do F*hits sobre a força da Belle Époque dos anos 2000. É como se estivéssemos vivendo uma nova versão da década de 1920 – mas, exatamente, um século depois. Isso porque alguns dos grandes hits da época estão com força total na moda. Entre eles está a pluma, material que pertenceu às vestimentas das melindrosas, as mulheres jovens que seguiam um instinto para revolucionar o comportamento feminino. As plumagens também remetem ao estilo boudoir com leveza e feminilidade. No meu look, apostei na sandália Frances, da shoemaker brasileira Paula Torres, em couro metalizado verde, com tiras frontais finas, salto baixo bloco e aplicação de plumas no fechamento. Repare no contraste entre materiais, que dá um toque cool e sofisticado na mesma medida.

Já a nossa star Natasha Pinheiro, eleita para ser o rosto da nova campanha da marca, realizou o shooting com a sandália grafite com um contraste moderno e elegante em um cenário encantador – o icônico rooftop do edifício Acaiaca, em Belo Horizonte.

Além das plumas, o glamour fica por conta de brilhos e couro metalizado. Na cartela de cores, há também vermelho e terroso, dupla que traz personalidade mais marcante e urbana para a coleção. O par ideal para ser o ponto de cor e luz de visuais do nosso dia a dia – sejam eles casuais, monocromáticos ou evening dress code.